SARESP - HABILIDADES / 7º ANO


  1. Identificar o provável público-alvo de um texto, sua finalidade e seu assunto principal.

  2. Identificar os possíveis elementos constitutivos da organização interna dos gêneros escritos não literários (propagandas institucionais, regulamentos, procedimentos, instruções para jogos, textos informativos de interesse curricular, verbetes de dicionário ou de enciclopédia, artigos de divulgação, relatórios, documentos, definições, notícias, folhetos de informação, indicações escritas em embalagens, cartas-resposta, ilustrações ou tabelas).

  3. Identificar os interlocutores prováveis de um texto, considerando o uso de expressão coloquial, jargão, gíria ou falar regional.

  4. Identificar o sentido denotado de vocábulo ou expressão utilizados em segmento de texto, selecionando aquele que pode substituí-lo por sinonímia no contexto em que se insere.

  5. Localizar itens de informação explícita, relativos à descrição de características de determinado objeto, lugar ou pessoa, em um texto.

  6. Localizar itens de informação explícita, distribuídos ao longo de um texto.

  7. Organizar em sequência itens de informação explícita, distribuídos ao longo de um texto, com base em suas relações temporais.

  8. Inferir informação pressuposta ou subentendida, com base na compreensão global de um texto.

  9. Inferir tema ou assunto principal de um texto, com base em sua compreensão global.

  10. Selecionar legenda ou título apropriado para um texto escrito ou ilustração.

  11. Identificar a tese explicitada em um texto argumentativo.

  12. Estabelecer relações entre segmentos de um texto identificando o antecedente de um pronome oblíquo.

  13. Estabelecer relações de causa/consequência entre informações explícitas distribuídas ao longo de um texto.

  14. Estabelecer relações lógico-discursivas marcadas por conjunções ou advérbios, identificando um exemplo que possa ilustrar essa relação.

  15. Distinguir um fato da opinião explícita enunciada em relação a esse mesmo fato, em segmentos descontínuos de um texto.

  16. Identificar diferenças ou semelhanças observadas no tratamento dado a uma mesma informação veiculada em diferentes textos.

  17. Identificar recursos verbais e não verbais utilizados em um texto com finalidade de criar e mudar comportamentos e hábitos ou de gerar um mensagem de cunho político, cultural, social ou ambiental.

  18. Identificar formas de apropriação textual, como paráfrase, citações, discurso direto, indireto ou indireto livre.

  19. Identificar, em um texto, marcas relativas à variação linguística, no que diz respeito às diferenças entre a linguagem oral e a escrita, do ponto de vista do léxico, da morfologia ou da sintaxe.

  20. Identificar padrões ortográficos na escrita das palavras, com base na correlação entre definição/exemplo.

  21. Identificar o uso adequado da concordância nominal ou verbal, com base na correlação entre definição/exemplo.

  22. Identificar as formas verbais e/ou pronominais decorrentes da mudança de foco narrativo (de terceira para a primeira pessoa, ou vice-versa)

  23. Identificar em um texto o efeito de sentido produzido pelo uso de determinadas categorias gramaticais (gênero, número, casos, aspecto, modo, voz etc.)

  24. Identificar o sentido conotado de vocábulo ou expressão utilizados em segmentos de um texto literário selecionando aquele que pode substituí-lo por sinonímia no contexto em que se insere.

  25. Identificar o efeito de sentido produzido, em um texto literário pela exploração de recursos ortográficos ou morfossintáticos.

  26. Identificar o efeito de sentido produzido em texto literário pelo uso intencional de pontuação expessiva (interrogação, exclamação, reticências, aspas etc.)

  27. Identificar o segmento de uma narrativa literária em que o enunciador determina o desfecho do enredo.

  28. Identificar marcas de lugar, de tempo ou de época num enunciado de narrativa literária.

  29. Identificar marcas do foco narrativo num enunciado de narrativa literária.

  30. Identificar o discurso direto de uma personagem num enunciado de narrativa literária.

  31. Identificar recursos semânticos expressivos (antítese, personificação, metáfora, metonímia) em segmentos de um poema, a partir de uma dada definição.

  32. Identificar referências a fatos históricos em texto literários.

  33. A partir de dada interpretação de um texto literário, identificar segmentos do texto que podem ilustrar essa interpretação.

  34. Associar o uso de determinados recursos gráficos, sonoros ou rítmicos ao tema de um poema.

  35. Organizar os episódios principais de uma narrativa literária em sequência lógica.

  36. Inferir informação pressuposta ou subentendida em texto literário, com base no sua compreensão global.

  37. Inferir o conflito gerador de uma narrativa literária, avaliando as relações de causa e efeito que se estabelecem entre segmentos do texto.

  38. Inferir o papel desempenhado pelas personagens em uma narrativa literária.

  39. Inferir a moral de uma fábula, estabelecendo relação entre a moral e o tema da fábula.

  40. Inferir o efeito de humor ou ironia produzido em um texto literário pelo uso intencional de palavras ou expressões.


Nenhum comentário:

Postar um comentário